Sonhos de Lama

Hoje lembrei-me de outro dos sonhos que tive na outra noite. Foi relativamente curto, muito simples e não deixa de ser intrigante por isso. Tudo começa comigo deitado numa praia de mar ou de rio, não consigo precisar isso. Provavelmente de rio, porque em vez de areia havia lama.
Estou deitado na lama, com alguma água a refrescar-me quando decido tentar levantar-me. Sento-me e num instante as minhas pernas são absorvidas pela lama até ao joelho; como se estivesse sentado numa cadeira afundado até aos joelhos na lama. Faço um esforço com as pernas para me levantar e em vez de conseguir, afundo-me ainda mais até à cintura. Não é bem como a areia movediças, mas deve andar lá perto.

Começo a fazer cada vez mais esforço para sair da lama, tento mexer as pernas, mas a pressão que a lama faz dificulta-me qualquer movimento. Se pelo menos tivesse alguma superfície rija onde apoiar as mãos, poderia com a força de braços elevar-me na vertical até ter as pernas de fora o suficiente para conseguir dobrá-las e sair completamente da lama, só que não. Nada. Quanto mais me mexo, menos consigo sair. Até que num instante, levanto a perna esquerda à altura do peito e acordo… com a perna levantada à altura do peito.

Já tive sonhos completamente absurdos, coisas tipo estar no sonho a ver tudo nitidamente, todos os detalhes, menos as caras das pessoas. Num momento em que encontro alguém a quem quero mesmo ver a cara, faço um esforço enorme para abrir os olhos, sinto os músculos das pálpebras a fazer cada vez mais força e acordo quando consigo de facto abrir os olhos. Mas acordar com uma perna no ar que eu levantei durante um sonho, é novo.

Tá giro.

Tags: No tags

Comments are closed.