24th April 2019 Noodles 0Comment

Não estaria a ser verdadeiro e honesto comigo próprio se dissesse que não tenho saudades, no entanto, apesar de tudo e com tudo gosto demasiado de mim para me permitir sentir algo mais do que estas saudades.

Fica uma nostalgia do que foi e já não é. Tal como tenho saudades de outros tempos do meu passado que gostei imenso e que não os repetiria hoje.

Brincas com os meus sentimentos, como um gato que brinca com o rato que acabou de apanhar. Talvez sem saberes que o estás a fazer, ou talvez por medo de expor os teus próprios sentimentos ou, possivelmente, aceitá-los. Sei lá, se calhar não queres admitir perante mim ou até mesmo perante ti própria que também tens saudades.

Tudo é feito com mensagens ambíguas, os sentimentos não são transmitidos claramente.

Será que sou intimidante ao escrever exactamente aquilo que sinto? Talvez, quem sabe.