6th May 2019 Noodles 0Comment

Um dia enquanto passeava pela floresta dei de caras com um Tigre. Era um ser lindo, imponente. O seu pelo laranja e branco com riscas pretas bem salientes, os seus olhos grandes observavam-me atentamente. Não senti qualquer medo. Muito pelo contrário, havia um sentimento de protecção, como se nada me pudesse fazer mal.

O tigre deitou-se confortável à sombra de uma árvore e como se a convidar-me arranjou um espaço para me encostar a ele.

Aproximei-me devagar e com tranquilidade enquanto ele seguia todos os meus movimentos com o olhar. Abaixei-me e fiz umas festas na sua barriga. Imediatamente começou a ronronar. Deitei-me na erva verde com a cabeça encostada à barriga dele.

Ainda a ronronar, ele coloca uma das patas grande em cima do meu ombro, cheira-me e começa a roçar a sua cabeça na minha.

E ali ficámos, num ambiente de conforto e protecção mútua. Tal como o tigre me protegia de tudo, também eu o protegia.