20th June 2020 Noodles

In a moonless night, it wasn’t pouring rain but still the night was damp, with some drizzle. No wind and too hot for this time of night. Somewhere in the city the sound of wing flapping could be heard, probably some bats flying around in the harbour close by. In this part of town only the stray cats and rats were about, the sound of city critters could be heard in these dark alleys. A couple of dark figures were standing near a corner, waiting impatiently for their next victim. Lowlife thugs preyed on whoever dared venture into their domain….

2nd June 2020 Noodles

Quando o coiso está coiso, quer-me parecer que não há coiso que dê para coiso. Na verdade há mais um coiso, que não foi contabilizado aqui, mas que é igualmente coiso. Posto isto, chega-se à conclusão que há mais do que um coiso e talvez e apenas talvez existam mais coisos ainda. Todo este coiso é composto por uma multiplicidade de coisos que, no fundo, acabam por contribuir para mais coisos ainda, fazendo com que a complexidade do coiso aumente exponencialmente. Haverá então um número infinito de coiso? E assim vão as dúvidas coisas da existência dos coisos.

22nd May 2020 Noodles

The other day I tried to write a poem. It didn’t go very well. I was trying very hard and it just wasn’t coming out. I then tried writing a simple story; nothing fancy, just some words put together on paper. And as the ink flowed from my pen, words became sentences and sentences started to makethe story. As fast as I began writing as fast I ran out of words. I was filled with emotions, feelings, thoughts and ideas but not words. I scratched everything and started to write about feelings. It started well, coherent stuff; clear and concise….

3rd March 2020 Noodles

Quando se passa muito tempo sem se fazer uma coisa, diz-se que se perde a prática. Pois, não sei se isso é um facto. Numa tarde cinzenta sentou-se na sua esplanada favorita e pediu um chocolate quente. Apesar do dia escuro, não havia qualquer vento ou chuva, nem ameaça disso. O bar estava quase vazio, havia três casais sentados lá dentro, cada um no seu pequeno mundo a dois. Cá fora, apenas mais a mesa estava ocupada. Uma mulher a beber um chá quente enquanto escrevia no seu bloco de notas. Ocasionalmente levantava os olhos do papel e observava o…

29th July 2019 Noodles

http://www.monogatari.info/sossego-2/ Encontro-me assim… em sossego. Talvez seja um sossego triste, um pouco sorumbático. Acho que tenho vontade de chorar, e no entanto, os meus olhos estão secos. Não sei bem o que se passa comigo, ou se calhar até sei… só me custa aceitar e admitir as marés profundas do meu sentir. Ou talvez, aquilo que é realmente difícil é verbalizar o que sinto. Talvez porque ao verbalizá-lo estou a aceitá-lo, a admitir e a torná-lo real. Há ainda uma réstea de esperança em mim que isto que eu sinto não é nada mais do que um produto fantasioso da…

24th July 2019 Noodles

…that bitter old friend. I’ve lived with it for so many years, it took the most varied shapes, always present, there deep inside and yet always elusive. Many things can cause pain; physical or emotional. One of the main reasons to feel pain is disappointment. When something that you are expecting doesn’t work after all. And I’m not talking about something that is cancelled or taken away in time. What I’m talking about is when something that you’re expecting gets taken away from you without warning and in the last minute. That really hurts… Ouch… All the logical and practical…

15th July 2019 Noodles

Saio fora de mim, saio fora de casa. Vejo-me num sítio estranho, desconhecido. Ouço uma língua que não conheço e no entanto que me parece familiar. Ando à descoberta, a explorar, a aprender. Há muita coisa nova que ao mesmo tempo me parece familiar. Preocupo-me e desocupo-me. Estico-me e encolho-me num espreguiçar da alma como há muito não fazia.

17th June 2019 Noodles

Hoje à tarde pus-me a pensar. Pensei em coisas e cenas. Foi aqui um debate comigo próprio que até fez impressão. Perguntava eu assim como quem não quer a coisa, então e se a coisa que tu queres não estiver ao teu alcance, será responsabilidade tua porque não te abriste a que essa coisa chegasse até ti? Ou simplesmente estavas disponível, aberto a essa coisa e essa abertura assustou a coisa? É de facto algo intrigante. Se por um lado temos que ir atrás do que queremos, por outro lado arriscamo-nos a ficar a vida inteira a perseguir a cenoura….

16th May 2019 Noodles

A música para mim é de extrema importância. A música é algo que me faz sentir vivo, mais ainda, que me faz sentir. Sou banhado por todo o tipo de emoções e sentimentos quando ouço determinadas músicas. Fecho os olhos e consigo visualizar imagens em movimento, um corpo a bailar ao som da música ou simplesmente a natureza em movimento, uma planta ao sabor do vento, uma borboleta ou um pássaro cada um com o seu ritmo próprio. Consigo (creio eu) transmitir os meus sentimentos através da música, tal como um escritor o faz pela escrita ou um pintor nas…

13th May 2019 Noodles

Era uma vez um problemazito… Era pequenito, no entanto o seu tamanho não era nada proporcional à sua complexidade. Era um daqueles problemazitos que não se resolviam assim sem mais nem menos. Belo dia apareceu uma grande solução. Na verdade até era enorme, mas isso não fazia com que resolvesse o problemazito. Afinal a solução era demasiado grande para o pequeno problema. Com esta diferença de tamanhos aquilo que resulta são duas coisas que, à primeira vista, deveriam ser complementares – uma solução para um problema – e na realidade não servem para nada. O problemazito ficou triste porque a…