13th May 2019 Noodles

Era uma vez um problemazito… Era pequenito, no entanto o seu tamanho não era nada proporcional à sua complexidade. Era um daqueles problemazitos que não se resolviam assim sem mais nem menos. Belo dia apareceu uma grande solução. Na verdade até era enorme, mas isso não fazia com que resolvesse o problemazito. Afinal a solução era demasiado grande para o pequeno problema. Com esta diferença de tamanhos aquilo que resulta são duas coisas que, à primeira vista, deveriam ser complementares – uma solução para um problema – e na realidade não servem para nada. O problemazito ficou triste porque a…

8th May 2019 Noodles

Abro os olhos e espreito pela janela. Ao inicio parecia mais um dia de inverno, cinzento e chuvoso, mas estava longe disso. Estava um céu de um azul imaculado, sem um único tufo de algodão; o sol brilhava ainda baixinho no horizonte. Destapo-me e levanto-me lentamente para ir até à varanda espreitar o dia. Espreguiço-me e estico o corpo todo que nem um gato em toda a sua preguiça matinal. Ponho a água a aquecer para fazer um chá e enquanto espero vou escolhendo e preparando a roupa para vestir. Ponho uma música suave a tocar e entretanto a água…

7th May 2019 Noodles

Estava um dia cinzento, o vento soprava com uma certa fúria fazendo dobrar as árvores. A chuva caía na diagonal, em gotas pequenas mas em quantidade suficiente para encharcar qualquer um. É um daqueles dias que só dá vontade de ficar em casa em pijama a beber um chá enquanto vemos e ouvimos a chuva a cair lá fora, no entanto em vez disso ele preferiu saír para ir beber um chá ao seu refúgio à beira-mar. Vestiu roupa quente e apercebeu-se que não tem nenhuma gabardine ou nenhum casaco impermeável portando decidiu ir assim mesmo. Já no seu destino…

28th March 2019 Noodles

Não leio jornais, raramente vejo televisão e quando vejo é apenas documentários para adormecer. Não que os documentários sejam chatos ou aborrecidos, até são deveras interessantes, no entanto uma vez que os vejo com o pernil esticado na minha cama acabo inevitavelmente por adormecer. Bem sei que tenho um adormecer muito fácil, para mim basta estar minimamente confortável e adormeço. Aliás, adormeci muitas vezes a fazer massaens nos pés a outra pessoa. Mas divago… Como estava a dizer, não leio jornais, não vejo notícias, não vejo séries, vejo alguns filmes, vou a concertos, bailados, coisas que servem para me entreter….

7th March 2019 Noodles

Tenho uma certa fixação por blocos de notas… Grandes, pequenos, lisos, de linhas ou quadriculados, não resisto a comprar um de vez em quando. Tenho sempre comigo pelo menos dois blocos pequenos e uma caneta e desde há relativamente pouco tempo ando também com um estojo com várias canetas de várias cores, lápis, borracha e outros materiais para escrita e desenho. Talvez este fascínio venha do meu gosto pela escrita, não sei bem, mas é perfeitamente natural assumir que está tudo relacionado. Muitas vezes não escrevo em papel, limitando-me a escrever apenas no meu diário digital, tudo depende da minha…

20th February 2019 Noodles

Quando o tempo passa, está a fazê-lo de uma forma linear, pelo menos é assim que é descrito pela física. No entanto há muitas variáveis a ter em conta no meio disto tudo e passo a explicar (divagar, pronto). Quando estamos com a mente ocupada, normalmente a fazer algo que nos está a dar prazer há aquela sensação que o tempo está a passar muito rápido. Por outro lado quando estamos sem nada para fazer ou entediados parece-nos que o tempo está a passar mais devagar do que seria normal. Creio que no fundo disto há as nossas espectativas, ou…

6th February 2019 Noodles

As he entered the room he felt a chill run down his spine, like someone had just danced over his grave. The room was a dark and eerie place, dust and cobwebs everywhere, but apart from that, everything was still in its original place; time has stopped flowing here a long time ago. Small vegetation started to grow in between the cracks on the floor, on the left wall there was a huge crack, top to bottom, from where the large roots of an ancient tree crept through. The air was stuffy but chilly at the same time, there was…

8th October 2018 Noodles

Aquele momento em que os teus olhos se fixam nos dela e olham directa e profundamente sem qualquer receio e sem qualquer intrusão também. Quando observas os olhos dela, castanhos com toques de verde, bonitos de fazer inveja a qualquer Cleópatra. A presença dela perto de ti faz-te sentir seguro, vivo. Inspiras profundamente, suspiras e dás-lhe um beijo na face. Dás contigo a desejar que aquele momento dure para sempre, poder ficar ali apenas a apreciar a sua companhia, sentir a sua ternura e por sua vez ofereces-lhe o teu calor e protecção. Queres conversar mais, dizer-lhe tudo o que…

25th September 2018 Noodles

Onze de Junho de 1998 o navio ainda está atracado na Base Naval de Lisboa, são nove da manhã e eu acabei de chegar. Segundo a imformação que temos largamos às onze e meia… vamos para a guerra, para onde já estivémos e onde tantos morreram… Guiné Bissau. O País está um caos, guerra civil, desta vez não vamos para combatre, mas temos ordens para responder em caso de ataque. Desta vez vamos lá buscar refugiados Portugueses e Guineenses, levá-los para Cabo Verde… Ainda tenho dores nos ombros por causa da faina de munições e mantimentos de ontem à tarde….

31st August 2018 Noodles

No vazio havia um monte de cenas que faziam coisas que afinal não davam em nada. Não, eu também não percebo isto. Há uma vontade de fugir, desaparecer.as desaparecer por completo, física e digitalmente; como dizem nos filmes “get off the grid”. Não seria fácil, mas certamente que seria possível; sair do país, começar uma vida nova noutro sítio, apagar toda a minha vida digital e começar de novo, ou não começar de todo. Ora aí está um desafio… Viver completamente offline.