21st April 2019 Noodles

sau·da·de |au| ou |a-u| (latim solitas, -atis, solidão)substantivo feminino 1. Lembrança grata de pessoa ausente, de um momento passado, ou de alguma coisa de que alguém se vê privado. 2. Pesar, mágoa que essa privação causa. 3. [Botânica]  Planta (Scabiosa atropurpurea) da família das dipsacáceas. (Mais usado no plural.) = ESCABIOSA, SUSPIRO 4. [Botânica]  Nome de várias espécies de plantas com flores de cores variadas. (Mais usado no plural.) 5. [Botânica]  Flor de uma dessas plantas. (Mais usado no plural.) saudadessubstantivo feminino plural 6. Boas lembranças ou recordações (ex.: a antiga chefe não deixou saudades). 7. Cumprimentos a alguém (ex.: mande-lhe saudades minhas).”saudade”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, 2008-2013,

19th April 2019 Noodles

I feel like crying. I need to clean my soul, empty my spirit, let it all out. In order to start crying I just need music. Not one in particular, it depends on the … I don’t know what it depends on. I just start listening to some tunes and suddenly I’m crying. Washing away the pain. I’m not depressed, I’m just a bit sad and in pain and it’s ok. Everything is all right. We all have highs and lows, ups and downs, life is made of all this. Right now I’m a bit blue, wanting to cry, some…

18th April 2019 Noodles

No meu telemóvel tenho vários toques para várias coisas. Isto ajuda-me a identificar o que é que acabei de receber, se é uma mensagem, um post novo no Facebook, etc. Gosto de ter isto personalizado. Chego mesmo a ter toques específicos para algumas pessoas. Acabei de ouvir agora um toque que já não ouvia há uns meses. Imediatamente senti o meu coração a disparar e consequentemente algo tipo tristeza abateu-se sobre mim. Não é bem tristeza, creio que é mais uma certa melancolia regada de nostalgia, temperada com umas pitadas de saudades. E no entanto apesar destas palpitações do coração…

13th April 2019 Noodles

http://www.monogatari.info/wp-content/uploads/2019/04/On-The-Nature-Of-Daylight-Orchestral-Version-2016.mp3 I want you to stop reading right now, get the song and listen to it. Only when you start listening to this music should you start reading this text. Ready? Go!!! Daylight, it’s very nature baffles me and amazes me, it brings me such joy that I feel like I’m floating in the clouds. It’s no different than it’s counterpart, darkness. They both co-exist in peaceful harmony. One could not exist without the other. You could never know what happyness is without knowing sadness as well. This is the true balance in life that I try to achieve. It’s…

10th April 2019 Noodles

I have this will in me… this desire to write something. Just pouring out my thoughts and feelings onto paper, however I also have almost no time to do it and I do mean “almost”. I’m in a foreign country mostly by myself, starting to feel homesick… a sort of melacholic nostalgia sets in and I find myself missing some people, my cat, my home, my bed… and yet that is not all that I miss. I also miss a good deep conversation. I miss a soft touch, the intricate smell of intimacy, the blissful sense of company, the sweet…

31st March 2019 Noodles

Talvez seja apenas a minha percepção, ou coisa parecida, acho que a maioria das pessoas tem uma enorme dificuldade em estar em sossego, simplesmente … estar. Um avião está a descolar e quase que se consegue sentir o nervosismo das pessoas. Não, não é o nervosismo do levantar vôo, é mesmo o nervosismo porque não se podem levantar da cadeira ou mexer muito. Assim que é desligado o sinal de “apertar os cintos”, começa tudo a levantar-se, andar para a frente e para trás. Realmente não entendo.

31st March 2019 Noodles

Talvez seja apenas a minha percepção, ou coisa parecida, acho que a maioria das pessoas tem uma enorme dificuldade em estar em sossego, simplesmente … estar. Um avião está a descolar e quase que se consegue sentir o nervosismo das pessoas. Não, não é o nervosismo do levantar vôo, é mesmo o nervosismo porque não se podem levantar da cadeira ou mexer muito. Assim que é desligado o sinal de “apertar os cintos”, começa tudo a levantar-se, andar para a frente e para trás. Realmente não entendo.

28th March 2019 Noodles

Não leio jornais, raramente vejo televisão e quando vejo é apenas documentários para adormecer. Não que os documentários sejam chatos ou aborrecidos, até são deveras interessantes, no entanto uma vez que os vejo com o pernil esticado na minha cama acabo inevitavelmente por adormecer. Bem sei que tenho um adormecer muito fácil, para mim basta estar minimamente confortável e adormeço. Aliás, adormeci muitas vezes a fazer massaens nos pés a outra pessoa. Mas divago… Como estava a dizer, não leio jornais, não vejo notícias, não vejo séries, vejo alguns filmes, vou a concertos, bailados, coisas que servem para me entreter….

28th March 2019 Noodles

Há coisas que se passam na nossa vida e que nos afectam e há sempre graus de intensidade que variam consoante a importância que damos a essas coisas, ou talvez, a atenção que lhes prestamos. Quase tudo o que nos acontece está fora do nosso controlo… Bem, se calhar nao é quase tudo, mas há muita coisa que não controlamos. O que está, ou pode estar sempre sob o nosso controlo é a importância que damos ao que nos acontece, a reacção que temos ao universo à nossa volta e a nossa capacidade de decidir simplesmente abandonar o controlo. E…

27th March 2019 Noodles

… esse malvado benfeitor que tudo resolve, tudo cura e muitas vezes custa a passar. O tempo que demoramos a cicatrizar uma ferida. O tempo que demoramos a curar uma dor. O tempo que parece desaparecer quando estamos bem. Houve tempo que eu passei a gostar de outras pessoas, tempo que gastei a curar feridas desse outro tempo… Sou grato por ter tido essas pessoas na minha vida, sou muito grato. O tempo passa e a minha vida continua, simples, com gratidão e alegria de estar vivo neste momento. Não me interessa o que se passou ontem. Não quero saber…